domingo, 8 de novembro de 2015

Dead Combo - 6/11/2015

Mesas postas, pessoas a beber, um bar,...
Não estamos a falar de nenhum restaurante. Este era o cenário que encontrámos em cima do palco do Grande Auditório do CCB na sexta-feira à noite.

O festival era o Misty Fest e o concerto o dos Dead Combo.
Tó Trips e Pedro Gonçalves entram pela mesma porta que os espectadores e atravessam a plateia até ao palco. Afinam ainda as guitarras e começam o concerto.
A música dos Dead Combo não tem voz e vive da essência dos instrumentos.


Para este concerto tinham a companhia das Cordas da Má Fama. O trio é composto por Carlos Tony Gomes no violoncelo, Bruno Silva na viola de arco e Denis Stetsenko no violino e deram uma nova dimensão às músicas de Tó e Pedro.
Independentemente do espaço onde estivermos, um concerto dos Dead Combo é sempre intimista, místico e intenso. O bom gosto e a qualidade musical nunca são descurados e durante quase duas horas acreditamos que música é só isto, que não é possível existir com voz.


A conversa com o público é minimalista e o locutor desta noite foi, ao contrário do habitual, Pedro Gonçalves. Ficámos a saber que o tema "O Assobio (Canção do Avô)” seria baseado num assobio que o avô de Tó Trips costumava assobiar mas descobriram depois que pertencia a Vasco Santana, "Foi uma desilusão para nós".
Alguns temas foram apresentados como é o caso de "Rodada", "Putos a roubar maçãs", "Povo que cais descalço" (tema inspirado na política) ou "Cuba 1970".

Mas nem só de cordas vive o espectáculo dos Dead Combo e as Cordas da Má Fama, há espaço para a melódica (o pequeno "piano" de sopro) e alguma percussão onde o corpo dos instrumentos de corda parece servir na perfeição.
Houve momentos onde contámos só com a dupla e outros com o trio, sendo que quem não tocava abastecia-se no bar que se encontrava do lado esquerdo do palco.
 
Após aproxidamente uma hora e meia de concerto, foi tempo de agradecimentos e ovação de pé. Haveria ainda no entanto um encore, primeiro apenas com a presença de Tó e Pedro, com o tema “Fado a pilhas” e onde depois Carlos, Bruno e Denis não resistiram a juntar-se para assim acabar em grande este espectáculo brilhante!



Texto: Sofia Robert

Fotografias: Luís Carvalho
Mais fotografias em: https://www.facebook.com/soumusica.pt 

Instagram e Twitter: @soumusicapt

Sem comentários:

Enviar um comentário